domingo, 25 de novembro de 2012

Só sei que nada sei...

 Na vida, na política e no amor, só sei que nada sei... Porém, aceito as decisões...
Para quê contestar, o que outros já decidiram?
Não fico contudo amargurada ou até ressabiada...

Crepe com doce de abóbora .

A vida é tão curta, para me perder a divagar sobre o que não depende de mim ...
Cada dia é um dia que vale por si só...
Uso para mim a sina da água, apesar dos obstáculos, segue sempre imperiosa e sintilante.
Beijinhos

2 comentários:

  1. E tudo são momentos que ficam para trás... nada está escrito, mas tudo já foi descrito...
    Beijo
    Daniel

    ResponderEliminar

Obrigado